Quem Somos

Diretoria

Estatuto

Notícias

Dia a dia Afago

Seus Direitos

Cultura

Recordando o BB

Galeria de Fotos

Aniversariantes

Projetos

Associe-se

Convênios

Jornal da AFAGO

Fale Conosco

Página Principal

 
 
Nº de Visitas:
 

 
 
Bancos apostam em digitalização e baixo custo para atrair MEIS 

 O Brasil bateu neste ano a marca de 10 milhões de microempreendedores individuais (MEIS) e, de olho nessa fatia do mercado, bancos tradicionais e fintechs passaram a customizar contas bancárias para atendê-los. Juntas, as instituições disputam esse empreendedor, que é quase pessoa física, muitos autônomos e profissionais liberais, e devem ter faturamento anual de até R$ 81 mil.

Para atrair os clientes, os bancos e as fintechs entenderam que o processo deveria incluir baixo custo, digitalização e pouca burocracia – em muitos deles, é possível abrir a conta a partir do celular. Entre as novidades mapeadas pelo Estadão PME, o custo para a manutenção de algumas contas é zero.

Essas contas customizadas não são facilidades apenas das fintechs. Bancos tradicionais também vêm buscando atrair o público. “No Brasil, é crescente o número de microempreendedores individuais. Nós somos um banco que queremos ganhar mercado, trabalhar com todos os segmentos”, diz Franco Fasoli, diretor do segmento Empresas & Governos do Santander.

Para Istvan Kasznar, professor da FGV Ebape (Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas), a ampliação de mercado dos bancos e a concorrência são essenciais para o próprio cliente, já que acarretam o aumento na eficácia do atendimento, com orientações direcionadas para o empreendedor, mais velocidade para o público e para o banco, fidelidade do público e aumento do número de bancarizados.

Segundo pesquisa feita pelo Instituto Locomotiva em 2019, cerca de 45 milhões de brasileiros não possuem conta bancária. O que significa que uma em cada três pessoas acima dos 16 anos no País é desbancarizada. Esse grupo movimenta aproximadamente R$ 817 bilhões na economia anualmente.

Para Istvan, as contas customizadas podem ajudar a reduzir o número de desbancarizados. “A bancarização é fundamental para manter as pessoas dentro do sistema bancário e econômico. A capacidade de fazer com que esse público venha a se bancarizar tornou muito melhor a escala pública e privada de atendimentos.”

Ao mesmo tempo, para Marcelo Moraes, diretor da área de

PJ da fintech Neon, o principal problema entre os MEIS são os sub-bancarizados. “O cara que tem acesso a uma conta poupança, no banco tradicional, não supre as necessidade do negócio”, explica. “Quando você tem uma conta gratuita, simples, com produtos que falam com o empreendedor, é uma oportunidade enorme de fazer uma inclusão financeira desse público."

Em 2018, a Neon lançou a conta Neon Pejota, com foco nos MEIS. No último mês de setembro, a conta foi relançada como MEI Fácil, com taxas mais baixas – transação de boletos, DOC e TED, que eram cobradas, ficaram gratuitas.

“O MEI tem necessidades específicas que um informal não tem: pagamento de imposto, declaração de faturamento, emissão de nota fiscal. Ter uma conta dedicada ao MEI pode fazer muito mais sentido do que uma conta pessoal”, diz o diretor da área de PJ da Neon.

No caso dosantander, que possui conta para MEI desde maio de 2019, o processo também ajuda. “Desenvolvemos o processo de abertura de conta digital, por meio do aplicativo do banco, e a conta é aprovada em até 48 horas”, diz Franco.

 
 

23/10/2020 - Estado de São Paulo 
 

Trabalhador pode usar tempo de auxílio na aposentadoria especial
24/11/2020 - Noticias R7
INSS, AGU e MPF firmam acordo para acabar com filas por benefícios
24/11/2020 - ANABB
Banco do Brasil fecha agências no exterior. Funcionários se dizem traídos
24/11/2020 - ANABB
Bancos apostam em digitalização e baixo custo para atrair MEIS
23/10/2020 - Estado de São Paulo
Governo prevê a contratação de quase 51 mil servidores no Orçamento de 2021
23/10/2020 - Estado de São Paulo
Brasileiros têm mais resistência às vacinas chinesa e russa
23/10/2020 - ANABB
CASSI quer responder suas dúvidas 16 de setembro de 2020
21/09/2020 - CASSI
CASSI assina termo de ajuste de conduta com a ANS
21/09/2020 - CASSI
Dando continuidade às ações da Semana Brasil, BB mantém série de ofertas ativas
21/09/2020 - Banco do Brasil
INSS: pente fino em benefícios
08/09/2020 - INSS
Reforma administrativa: como o mercado reagiu à retomada da agenda reformista
03/09/2020 - Gazeta do Povo
Solicite sua autorização à CASSI com antecedência
03/09/2020 - CASSI
O que está por trás da venda de títulos de créditos do Banco do Brasil para o BTG?
03/09/2020 - Brasil de Fato
Cassi começa pesquisa de satisfação com os associados
19/08/2020 - CASSI
Crise da covid-19 gera record de depósitos Ainda que a Caixa Econômica F
19/08/2020 - ANABB
INSS amplia serviço alternativo para receber documentação de segurados
13/08/2020 - Radio Agencia Nacional
Debandada no ministério
13/08/2020 - Correio Braziliense
ORIENTAÇÕES PARA APOSENTADOS E PENSIONISTAS - PAS
10/08/2020
PIX é um sistema que permitirá a transferência de recursos 24 horas por dia, sete dias por semana.
24/07/2020 - Estadão
Desde março, tudo mudou: o banco colocou 32 mil trabalhadores para trabalhar de casa
13/07/2020 - Agencia Estado
 
<<   <
>   >>    1744/1744 Registro