Quem Somos

Diretoria

Estatuto

Notícias

Dia a dia Afago

Seus Direitos

Cultura

Recordando o BB

Galeria de Fotos

Aniversariantes

Projetos

Associe-se

Convênios

Jornal da AFAGO

Fale Conosco

Página Principal

 
 
Nº de Visitas:
 

 
 
TJPE julga recurso e plano de saúde é condenado a pagar R$ 100 mil a clientes por danos morais 

 Conveniados da Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil denunciaram à Justiça a cobrança de serviços de anestesiologia. Caso foi julgado em 2º grau e cabe recurso ao STJ.

O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) manteve a condenação da Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil (Cassi) para pagar R$ 100 mil aos conveniados por danos morais. O processo foi julgado em segundo grau no dia 2 de setembro e o resultado da sentença foi divulgado nesta terça-feira (10). Cabe recurso ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).

De acordo com o TJPE, a ação civil foi impetrada devido às representações de clientes do plano de saúde pelo descumprimento de contratos de adesão. À Justiça, os consumidores informaram que o contrato traz a obrigatoriedade da prestação dos serviços de anestesiologia, mas foram surpreendidos com a cobrança de valores dos serviços.

Ainda segundo a Justiça, o plano de saúde informou que os custos deveriam ser pagos e o reembolso seria feito posteriormente. O ressarcimento, no entanto, era de menos da metade do valor dos honorários médicos pagos aos anestesiologistas.

Na defesa, a Cassi alegou, segundo o TJPE, que o reembolso foi feito de acordo com a Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos (CBHMP) e que a diferença no pagamento é motivada pela “prática abusiva da cooperativa de médicos anestesiologistas”.

Na condenação do primeiro grau, a Justiça entendeu que “o consumidor não pode suportar o ônus da diferença entre o valor cobrado pela cooperativa e a tabela geral de auxílios” e que “os consumidores que possuem o plano passaram por sofrimentos, dor e abalo psicológico, tudo em decorrência da má prestação do serviço oferecido pela ré”.

O plano de saúde entrou com recurso, alegando que a “causa trata de direito individual heterogêneo e, portanto, não daria legitimidade ao Ministério Público de Pernambuco para ingressar com uma ação civil pública”. 

No julgamento do recurso, o TJPE entendeu que “a origem comum das relações jurídicas individuais com conexão de interesses dos usuários do plano de saúde caracteriza o direito individual homogêneo" e, portanto, manteve a condenação. O G1 entrou em contato com o plano de saúde e aguarda retorno.

 

16/09/2019 - ANABB 
 

Endividamento de empresas com o governo cresceu 84% em seis anos
15/10/2019 - ANABB
Endividamento de empresas com o governo cresceu 84% em seis anos
15/10/2019 - ANABB
BC estuda estímulo ao crédito com garantia imobiliária
15/10/2019 - ANABB
TJPE julga recurso e plano de saúde é condenado a pagar R$ 100 mil a clientes por danos morais
16/09/2019 - ANABB
Tal decisão surgiu de forma estranha, do nada
02/09/2019 - ANABB
Caixa e BB iniciam pagamento de cotas do PIS/Pasep
26/08/2019 - AAPBB
Programa de desligamento do BB tem mais de 2,3 mil adesões
26/08/2019 - AAPBB
Oferta de ações do BB pode chegar a R$ 8 bi
26/08/2019 - Valor Econômico
Ruídos e busca por protagonismo devem marcar tramitação da Previdência no Senado
19/08/2019 - ANABB
Ibovespa perde os 100 mil pontos em mais um dia de temor com recessão
19/08/2019 - ANABB
A Inteligência Orçamentária e sua ação na sociedade brasileira
19/08/2019 - ANABB
Limitação de coberturas médicas: legal ou ilegal?
29/07/2019 - ANABB
A maioria das estatais é corrupta
08/07/2019 - ANABB
Previ/Coelho: venderemos participações e poderemos reaplicar em outras empresas
02/07/2019 - ANABB
Uma plataforma de gestão de saúde inteligente para os brasileiros que não possuem plano
02/07/2019 - ANABB
Indulto assinado por Temer beneficia condenados no mensalão
02/07/2019 - ANABB
Cadastro positivo vai contribuir para a redução do custo do dinheiro
11/06/2019 - ANABB
Receita Federal libera consulta ao 1º lote de restituição do Imposto de Renda
11/06/2019 - ANABB
Novas regras para planos - DIREITO GRITA
10/06/2019 - ANABB
Bancos falham em ressarcir poupador por planos econômicos, diz ONG de defesa do consumidor
31/05/2019 - ANABB
 
<<   <
>   >>    1683/1683 Registro