Quem Somos

Diretoria

Estatuto

Notícias

Dia a dia Afago

Seus Direitos

Cultura

Recordando o BB

Galeria de Fotos

Aniversariantes

Projetos

Associe-se

Convênios

Jornal da AFAGO

Fale Conosco

Página Principal

 
 
Nº de Visitas:
 

 
 
Receita Federal libera consulta ao 1º lote de restituição do Imposto de Renda 

Consulta pode ser feita pelo site da Receita ou pelo número 146

 Estão abertas, a partir das 9 horas desta segunda-feira, 10, as consultas ao primeiro lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física 2019, pela Receita Federal. Irão receber dinheiro do Fisco cerca de 2,55 milhões de contribuintes que declararam Imposto de Renda neste ano.

 Para o pagamento serão desembolsados R$ 4,99 bilhões do lote de 2019. A Receita Federal também irá efetuar o pagamento R$ 109,6 milhões a 20.087 mil contribuintes que fizeram a declaração entre 2008 e 2018, mas estavam na malha fina. O total gasto com as restituições chegará a R$ 5,1 bilhões para 2.573.186 contribuintes, levando em consideração os lotes residuais e o pagamento de 2019.

 A consulta dos nomes que estão na lista poderá ser feita pelo site www.receita.economia.gov.br, ou pelo Receitafone, no número 146. Além disso, a Receita oferece um aplicativo para tablets e smartphones, que permite o acompanhamento das restituições.

 O dinheiro será depositado nas contas informadas na declaração, no dia 17 de junho, com correção de 1,54%, para o lote de 2019, a 109,82% para o lote de 2008. Em todos os casos, os índices têm como base a taxa Selic (juros básicos da economia) acumulada entre a data de entrega da declaração até este mês.

 Os dois últimos lotes regulares serão liberados nos meses de novembro e dezembro. Se estiverem fora desses lotes, os contribuintes devem procurar a Receita Federal para verificar se estão na malha fina ou se houve erros ou omissões na declaração.

 O contribuinte que não receber a restituição deverá ir a qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para os telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para ter acesso ao pagamento.

 De acordo com a Receita Federal, restituição ficará disponível durante um ano. Caso o resgate não seja feito no prazo, a solicitação deverá ser efetuada por meio do formulário eletrônico - pedido de pagamento de restituição, ou diretamente no e-CAC , no serviço extrato de processamento, na página da Receita na internet. Para quem não sabe usar os serviços no e-CAC, a Receita produziu um vídeo com instruções.

 O post Receita Federal libera consulta ao 1º lote de restituição do Imposto de Renda apareceu primeiro em Jornal Opção . 

 

11/06/2019 - ANABB 
 

Pandemia impacta resultados do 1º trimestre da Previ
19/05/2020 - ANABB
TCU identifica irregularidades em venda de subsidiárias
19/05/2020 - ANABB
Segunda parcela do 13º salário será paga em maio pela Previ
12/05/2020 - ANABB
Mais 5,4 milhões na miséria
20/04/2020 - Estado de São Paulo
Câmara aprova ampliação de validade da receita de medicamentos
13/04/2020 - Agência Câmara
Governo autoriza saques de R$ 1.045 do FGTS a partir de 15 de junho e extingue PIS-Pasep
13/04/2020
O mês em que o Brasil parou
13/04/2020 - ANABB
Coronavírus torna PEC emergencial prioridade, diz relator
16/03/2020 - ANABB
R$ 23 bilhões para o INSS
16/03/2020 - Correio Braziliense
A mamata acabou: a nova realidade dos sindicatos sem o imposto obrigatório
16/03/2020 - ANABB
Bancários vão ao Senado para debater MP 905
04/03/2020 - ANABB
Comitê realiza mobilização no Congresso em defesa das empresas públicas
04/03/2020 - ANABB
Governo avalia como regular taxação de seguro-desemprego
04/03/2020 - ANABB
ANABB conquista importantes avanços na MP 905
24/02/2020 - ANABB
A ANABB te ajuda a revisar a aposentadoria do INSS
24/02/2020 - ANABB
MP do Contrato de Trabalho Verde e Amarelo expõe visões opostas de juízes do Trabalho
23/02/2020 - ANABB
Aposentado deve R$ 138 bi
06/02/2020 - Correio Braziliense
Convênio INSS/CAIXA/FUNCEF é prorrogado
27/01/2020 - ANABB
BNDES pagou R$ 15 mi a mais por auditoria
27/01/2020 - ANABB
Banco Central amplia monitoramento de políticos
27/01/2020 - ANABB
 
<<   <
>   >>    1720/1720 Registro