Quem Somos

Diretoria

Estatuto

Notícias

Dia a dia Afago

Seus Direitos

Cultura

Recordando o BB

Galeria de Fotos

Aniversariantes

Projetos

Associe-se

Convênios

Jornal da AFAGO

Fale Conosco

Página Principal

 
 
Nº de Visitas:
 

 
 
Caixa espera 

 

Integrantes da ala política do governo esperam para os próximos dias a sanção da lei aprovada pelo presidente Michel Temer que permite a capitalização de até R$ 15 bilhões da Caixa Econômica Federal com recursos do FGTS.

 Segundo uma fonte do governo envolvida nas negociações da proposta, a operação deverá ser aprovada "num prazo muito rápido" após a sanção do presidente.

 A fonte informou que a costura política já foi feita no Conselho Curador do FGTS para aprovação do empréstimo à Caixa com recursos do fundo. O empréstimo funciona como uma espécie de capitalização.

 A proposta terá que ser aprovada também pelo Conselho de Administração do banco, presidido pela secretária do Tesouro, Ana Paula Vescovi.

 Com mais recursos, a Caixa terá condições de emprestar mais ao longo de 2018, ano de eleições. Assim como o Banco do Brasil, a Caixa tem feito empréstimos aos Estados, o que tem provocado uma "ciumeira política".

 A disputa pelos recursos da Caixa gerou polêmica depois que o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, admitiu que a concessão de empréstimos estaria sujeita ao apoio na votação da Reforma da Previdência em fevereiro.

 A operação de socorro à Caixa com recursos do FGTS, contudo, sofre resistências do Tesouro Nacional.

 Mesmo com a votação no Congresso Nacional que deu aval a um socorro de até R$ 15 bilhões para a Caixa, a realização da operação ainda não está garantida.

 O Tesouro espera a posição do Tribunal de Contas da União (TCU) sobre a regularidade da transação, que vai transformar dinheiro dos trabalhadores depositado no FGTS em capital do banco.

 Sem a capitalização, a Caixa corre o risco de ter de puxar o freio na concessão de crédito para não descumprir normas internacionais de proteção bancária. A instituição está hoje muito perto dos limites dessas normas.

 O projeto de socorro aprovado pelo Congresso foi desenhado pelas lideranças do governo em prazo recorde para dar fôlego ao banco para continuar emprestando em 2018. O presidente da Caixa, Gilberto Occhi, disse que aguarda a sanção da lei pelo presidente Michel Temer - mas, já contando com o capital novo, anunciou que está elevando de 50% para 70% a cota de financiamento para a compra de imóveis usados.

 

 

05/01/2018 - CORREIO POPULAR - SP 
 

Salários serão prejudicados caso reforma da previdência não seja aprovada
18/03/2019 - ANABB
Sim, estamos envelhecendo. E agora?
18/03/2019 - ANABB
IR 2019: contribuinte saberá se há pendência 24 horas após envio
25/02/2019 - ANABB
Mais dinheiro no bolso
12/02/2019 - ANABB
Para estes profissionais, sobram vagas no mercado
05/02/2019 - ANABB
Portabilidade entre planos de previdência cresceu 25% em 2018
29/01/2019 - ANABB
Bolsa se prepara para recorde de aberturas de capital em 12 anos
18/01/2019 - ANABB
A retomada dos IPOs
07/01/2019 - Isto é Dinheiro
Corte de cargos na agenda
03/01/2019 - CORREIO BRAZILIENSE - DF
Bancos públicos no Brasil: problema ou solução?
19/12/2018 - FOLHA - ON LINE
BC muda regra de compra no exterior com cartão
30/11/2018 - VALOR ECONÔMICO -SP
NO OLHO DA RUA
23/11/2018 - ÉPOCA
LUCRO DO BB CRESCE 11%
23/11/2018 - ISTO É DINHEIRO Editoria: DINHEIRO EM AÇÃO
Justiça/ POUPADORES A VER NAVIOS - A SEMANA
23/11/2018 - CARTA CAPITAL
Bolsonaro vai promover corte de cargos em bancos estatais
14/11/2018 - O ESTADO DE S. PAULO - SP
Dívida pública cresceu R$84 bi em setembro
05/11/2018 - ISTO É DINHEIRO
Cielo sob nova direção
05/11/2018 - ISTO É DINHEIRO
Campanha Natal Sem Fome 2018 é lançada neste domingo (4), em Cabedelo, PB
05/11/2018 - G1 - NACIONAL
JHSF paga R$ 450 milhões em dívida
25/10/2018 - VALOR ECONÔMICO -SP
Ibovespa mostra força e está a um passo de iniciar um novo ciclo de alta
25/10/2018 - INFO MONEY
 
<<   <
>   >>    1649/1649 Registro